História do Projeto

Como começou a idéia de lançar este site,  um canal de comunicação entre os compradores e  as empresas neste mercado, a participação nem sempre tem sido receptiva,  onde você compra e não ganha nada,  por ser um cliente fiel de uma empresa, muitas vezes levamos nossos amigos, eles compram, porém  o que recebemos? As vezes um desconto, quando acontece.  O que esta acontecendo com o mercado atual, cada vez mais exigente, o perfil do comprador tem mudado muito, além de todos os beneficios que o comprador merece,  por que não pagar pela indicação. Fidelizar um cliente requer parceria, e são os clientes a parte mais importante de qualquer negócio. Sem eles, não tem vendas. Percebemos que as empresas, estão procurando modalidades, para se manterem crescentes, neste mercado tão competitivo. Daí surgiu essa idéia (o projeto), que tem por finalidade, dar oportunidade de ganho extra a todas as pessoas, que indicam as empresas do mercado(Parceiros). E vejam vocês,  isso não é nenhuma novidade, pois já acontece  no mercado,  qualquer lugar que você compre, existem formas como, cartão de fidelização, ganhe por indicar um novo cliente, e as empresas que praticam,  estão em franco crescimento, aumentando sua vendas e a participação ativa no mercado. Outra coisa fundamental,  no mercado tradicional de produção teve muito desemprego,  e a falta de trabalho em periodo de crise,  fez com que muitos amigos enfrentassem dificuldades. Então,  por que não proporcionar a estas pessoas oportunidade de ganhos extras. Veja bem, estamos falando de ganhos extras e não trabalho efetivo. Somente sairemos dessa situação de crise, se aumentarmos o nosso ganho extra. E então,  como fazer? Como não são todos que sabem Vender, a proposta é indicar. Se isso trouxer ganhos, seria bom, não é mesmo? Outra coisa, a intenção é colocar muitas empresas parceiras, inclusive de vários segmentos do mercado. E o único meio  possivel é através da rede Mundial de Comunicação a INTERNET. As pessoas que tiverem contato com esse site, estejam a vontade,  em propor idéias, vamos aumentar o leque de ofertas, de economia e ganhos extras.  Que possam contribuir para o fortalecimento do projeto de Economia e Ganhos Extras. Vamos nos ajudar,  ajudando-se mutuamente.

 

9 maneiras de promover o boca a boca dos seus produtos ou serviços.

 

1.     Ofereça um serviço/produto de qualidade – Essa primeira dica dispensa maiores comentários – como esperar indicações se sua empresa não fizer nem isso, não é mesmo?

2.     Preste um ótimo atendimento – No lugar de pensar: “O que posso vender?”, faça a pergunta: “Como posso servir esse cliente?” ou “Estou aqui para oferecer o quê?”. Isso traz uma mudança clara de comportamento a qualquer vendedor, que se reflete na satisfação do consumidor.

3.     Trate seus colaboradores como clientes – Eles são os primeiros “advogados” a falar bem ou mal da empresa e, tenha certeza, a maneira como eles tratam os clientes é a mesma que a empresa os trata. Portanto, atenção a eles!

4.     Ofereça uma experiência de compra inesquecível – “Às vezes, a melhor coisa que podemos fazer é buscar caminhos para superar as expectativas das pessoas. Tenha foco na experiência total do cliente e as indicações acontecerão mais facilmente”, afirma John Jantsch.

5.     Saiba qual é o seu diferencial central – Para o especialista, a primeira coisa que você deve fazer é criar algo de que valha a pena falar: pode ser seu produto, sua promoção, seus colaboradores ou seus processos. “Ninguém fala sobre negócios ou experiências chatas. Você deve surpreender as pessoas para que iniciem o boca a boca”, comenta Jantsch.

6.     Informe seus clientes – Oferecer informação autêntica para os clientes é uma excelente forma de estimular o boca a boca. Segundo Jantsch, os clientes precisam saber o que falar sobre seu negócio, e isso fica complicado quando não há informação. Por isso, ele sugere que a informação seja gratuita e esteja contextualizada com a realidade do cliente e da empresa.

7.     Conecte seus clientes e futuros clientes – A dica do livro The referral engine é fazer comentários, pedir opiniões e se mostrar (na internet, pelo menos) como uma pessoa real, não como a empresa que é uma entidade impessoal. As pessoas gostam de falar com outras pessoas.

8.     Tenha um público-alvo claro – Para saber qual é seu cliente ideal, descubra quais são os mais lucrativos e, dentre eles, quais indicam sua empresa para outros clientes. Com essa seleção em mente, descubra os traços e comportamentos que eles têm em comum.

9.     E a dica mais importante: crie um sistema de indicações para sua empresa – “Se você acha que vai conseguir recomendações apenas fazendo um bom trabalho, e não pedindo indicações, então você não tem certeza de quão bom é o trabalho que está fazendo. Empresas que são lembradas sempre pedem indicações, não simplesmente para fazer novos negócios, mas também para oferecer a outras pessoas o que de bom elas têm ou fazem”, acredita Jantsch.

Essas dicas foram extraídas da reportagem de capa de abril de 2011 da revista VendaMais.

 

Tópico: História do Projeto

Data 08-01-2012

De jeane silva

Assunto parabens

Responder

tenho certeza que voces estão no caminho certo, espero que aqui em joao pessoa em possa ser uma referencia de voces, primeiro para mim mesmo, estou precisando e achei a ideia excelente tudo haver com a minha linha de raciocinio, voce ajuda para ser ajudado, e outra para ajudar pessoas a terem uma aoportunidade, as vezes estamos tanto estressados que não encontramos saida, por isso muito obrigada, sabendo de outras empresas que legais comunico imediatamente, irei acompanha-los.

http://dicadeumamigo.webnode.com.br/